Enquete
Qual estação do ano você escolhe para seu casamento?
 
Mãe que fica em Casa
por Renata Guimarães

Algumas famílias com filhos pequenos, optam pela presença constante da mãe ao lado do bebê pequeno, alguns motivos podem ser: falta de opções de onde deixar o bebê, não confiar a outros a educação que se deseja dar aos filhos, custos com pagamento de creche ou babá ou o simples prazer de poder acompanhar de perto o crescimento do bebê.

Uma vez ouvi de uma profissional, que não fazia sentido para ela deixar seus filhos aos cuidados de outros enquanto ela mesma tinha que cuidar do filho de outros! Realmente parecia algo sem sentido.

Poder ficar perto de seu bebê é uma experiência muito rica e maravilhosa, vê-lo crescendo e tendo a certeza de estar sendo bem cuidado, poder acompanhar todas as suas conquistas e dividir tudo depois com o marido é algo que alegra e realiza as mães mais dedicadas.

Porém, é preciso estar preparada para as dificuldades que podem ocorrer com o tempo, algumas mães passam por processos depressivos, pois com o tempo, sentem-se improdutivas, perdem o contato social, por momentos vivem uma vida entediante.

Antigamente a função da mulher era ser esposa e mãe, e como mãe ela devia procriar e educar. Isso era a ambição máxima de toda mulher.

Porém, os anos mudaram e com a revolução industrial, a entrada da mão de obra da mulher no mercado de trabalho, a emancipação feminina, atualmente a mulher que fica em casa não é vista com bons olhos e quem é dona de casa, parece ser por falta de opção ou capacidade.

E nos dias de hoje mulher considerada bem sucedida é aquela que tem carreira e uma casa exemplar.

Porém, manter esse padrão por vezes custa o casamento e sacrifício da família, é preciso muita colaboração de todos para que tudo aconteça de forma adequada.

Portanto ficar em casa também tem seu desafio e preço a pagar. Algumas mulheres conseguem driblar essa dificuldade trabalhando meio período, ou fazendo trabalho em casa. Isso além de ajudar nas despesas familiares, permite que ela se realize como mãe e profissional, pois pode acompanhar o crescimento dos filhos e ter sua realização pessoal ao realizar uma atividade extra.

Sabemos que a presença da mãe é realmente muito importante nos primeiros anos da criança, isso lhes permite segurança e educação mais equilibrada e para as mães que conseguem realizar essa façanha, estejam sempre preparadas para os desafios que vem pela frente enquanto usufruem da realização maternal.


por Renata Guimarães

 

 

Matéria publicada pelo C&Cia, para melhorar seu namoro, noivado, casamento, casamentos e ajudar as noivas e casais.


          

 Casa Arrumada
 Padronização de Certidões no Brasil
 Poesias para as Mães
 Saber Viver
 Poesia do Dia das Mães

                      Publicidade
Advertisement

Advertisement

Advertisement

Advertisement

               Guia de serviços
Lista de Presentes

Anuncie no C&Cia

Calígrafos e Convites

Anuncie no C&Cia

Anuncie no C&Cia


Anuncie no C&Cia