Enquete
Qual estação do ano você escolhe para seu casamento?
 
Orquídea
por Renata Guimarães

Orquídea

Eu tinha um sonho, pode ser algo tolo para alguns, mas para quem pensa igual, sabe do seu significado... Eu queria muito ganhar um vaso de orquídea... Não queria pedir, tinha que ser dado, sem ninguém saber do desejo.

Eu sempre gostei de flores, mas elas são complexas, exigem cuidados e na correria da vida atual, não há tempo para essas coisas: "dispensáveis" ...

Não devia ser assim, devíamos ter tempo para o belo, tempo para poesia e para o amor, hoje corremos tanto, que nos falta um espaço para cuidar de quem e do que amamos...

Pois bem, eu ganhei um vasinho de orquídea, quem o deu , deu com carinho e nem imaginou o quanto fiquei feliz com aquele presente e o que significava pra mim...

E o vaso era tão pequeno, assim como as flores, parecia um bebê, mas foi explicado que já era adulta com 2 anos.

Eu imediatamente pensei, em passá-la para um vaso maior e mais bonito, mas precisava ficar assim mesmo, com pouca terra e em lugar pequeno, é como ela gosta!

Quantas vezes queremos mudar coisas, tirá-las de seus lugares aparentemente sombrios e sem graça para colocá-las em lugares que achamos melhores.

Mas é ali que elas preferem e se saírem, morrerão lentamente.

Fazemos isso com nossos idosos, quando achamos que estão velhos demais para se cuidarem, mas saindo de seu canto, da casa que tanto amam, morrerão antes do tempo!

Fazemos isso com nossos amores, tentando mudá-los e torná-los melhores, bem vestidos, mais educados.

Queremo-los mais elegantes ou mais interessantes, para quando alguém ao vê-lo ao nosso lado veja como somos demais! É chato ter que encarar isto...

E aprendi mais com minha orquídea. Fiquei triste ao vê-la com as flores murchas... Tão triste que pensei não querer tê-la ganho, para assim não vê-la morrendo e a amiga, veio em meu auxílio:

- É assim mesmo, elas vão cair e no ano que vem elas voltam!

Mas eu não quero esperar pelo ano que vem! Eu as quero agora... Novamente refleti na vida, queremos tanto algo e quando ela nos dá, vemos que não era exatamente o que pensávamos. 

Coisas, sentimentos e pessoas: tem defeitos, seus próprios modos de serem que não estavam em nossos planos!

E nos frustram por não corresponderem às nossas expectativas. Algumas até vem com prazo de validade por vencer, então cabe a cada um valorizar o tempo que sua flor ficou aberta e esperar o tempo que ela levará novamente para surgir.

Se o amor acabou, não significa que se foi para sempre, ele pode voltar de outra forma, nunca porém subestime o tempo que o teve ao seu lado.

Não se sinta triste por algo que chegou ao fim, pense em toda a alegria e perfume que trouxe à sua vida... e assim você aprenderá a contar o tempo da felicidade e a não chorar pelo tempo de perda.

Alimente apenas esperança. Alegre-se com o bem já vivido.

O mais, pode demorar, talvez logo floresça, antes mesmo de você perceber e voltará a estar ao seu lado!

Portanto: regue esperança!

Autoria: Renata G. Guimarães

 

 

Matéria publicada pelo C&Cia, para melhorar seu namoro, noivado, casamento, casamentos e ajudar as noivas e casais


          

 Jantar Romântico no Dia dos Namorados
 Jantar do Dia dos Namorados
 Nonagenários voltam a se casar...
 Como escolher as bebidas para a Ceia de Ano Novo
 Traje a Rigor (Black Tie)

                      Publicidade
Advertisement

Advertisement

Advertisement

Advertisement

               Guia de serviços
Lista de Presentes


Anuncie no C&Cia

Calígrafos e Convites

Anuncie no C&Cia

Anuncie no C&Cia

Anuncie no C&Cia